Notícias

Preso suspeito de matar oficial de justiças, em Barra do Piraí­

 

Marco Antí´nio Dantas Mattos Dias, de 51 anos, foi preso na noite de terças-feira (11), suspeito de ter assassinado com dois tiros no mesmo dia, o oficial de justiças Francisco Pereira Ladislau Neto, de 25 anos. O crime foi no sí­tio do acusado í s margens da BR-393 (Rodovia Lúcio Meira), Km 255, no bairro Belvedere da Taquara, em Barra do Piraí­.

O delegado titular da 88º DO, Raul Morgado, disse que Marco Antí´nio surtou ao receber do oficial de justiças por volta das 13h30 de terças-feira, intimação de uma ação trabalhista, possivelmente de um empregado que trabalha na farmácia da mãe do suspeito. Em seguida, Marco Antí´nio atirou no jovem que mesmo ferido saiu correndo pela rodovia, mas acabou caindo no chão.

- Marco Antí´nio assumiu a direção do carro do oficial de justiças, o Fox Branco, placa ODL-8262, e ainda teria atropelado a ví­tima que morreu no local. No veí­culo havia várias intimações da Justiça trabalhista de Barra do Piraí­. Montamos uma forças tarefa entre as policiais Civil, Militar, Polí­cia Rodoviário Federal, e Polí­cia Federal, e conseguimos localizar o suspeito na casa de um sobrinho dele no bairro Quí­mica, também em Barra do Piraí­. Uma câmera de seguranças de uma firma que registrou o momento que ele fugia segurando uma pasta preta na mão, após abandonar o carro no bairro Coimbra, a três quilí´metros do local onde estava o corpo do jovem - disse Morgado.

O delegado disse que a região onde o jovem atuava era tranquila, tanto assim, que o oficial de justiças foi entregar as intimações sozinho, ou seja, sem o auxí­lio de policiais militares. De acordo com a Polí­cia Rodoviária Federal, a ví­tima tinha parado no posto policial da PRF para pedir informações, onde ficava o bairro Santo Antí´nio.

Segundo o policial, a famí­lia de Marco Antí´nio alegou que ele tem problema psiquiátrico, mas que a versão terá que ser comprovada por meio de um laudo médico. Morgado disse que, independente da informação ser verdadeira ou não, o acusado teve discernimento de pegar R$ 5 mil e seus documentos para tentar sair da cidade.

 

Marco Antí´nio foi indiciado por homicí­dio qualificado por motivo fútil e o instrumento que ele utilizou (revólver) impossibilitou a defesa da ví­tima. Ele será submetido a um exame de corpo de delito.

 

O pai da ví­tima, Francisco Ladislau, jornalista que trabalhou na TV Gazeta (afiliada a Rede Globo), que mora em Vitória, no Espí­rito Santo, postou ontem nas 20h18, no Facebook, que o filho estudou muito para ser oficial de justiças e do nada o mataram. "Cabe eu ir lá (IML de Barra do Piraí­) reconhecer o corpo dele", lamentou Francisco.

 

NOTA DA PRESIDíŠNCIA

A Presidência do TRT/RJ lamenta a morte do servidor Francisco Pereira Ladislau Neto, de 25 anos, ocorrida nesta terças-feira (11/11). Francisco tomou posse no dia 29 de agosto de 2014, no cargo de Analista Judiciário - írea Judiciária - Oficial de Justiça Avaliador Federal, após ser aprovado no concurso público de 2012. Desde então, estava lotado na Vara do Trabalho de Barra do Piraí­.

A Presidência do Regional Fluminense dispensará í  famí­lia o apoio que se fizer necessário neste momento difí­cil e se coloca í  disposição das autoridades no sentido de colaborar para a elucidação do fato.

Fonte: Diário do Vale

IMPRIMIR
Comentarios

Nome:

Email:

Código*
cdigo captcha

Comentario: