Notícias

Oficiais de Justiça pedem mais segurança em reunião na presidência do TJ

 

O presidente do Tribunal de Justiça do Piauí, desembargador Raimundo Eufrásio Alves Filho, recebeu  os representantes do Sindicato dos Oficiais de Justiça Avaliadores do Piauí (Sindojus-PI) e do Sindicato dos Servidores do Poder Judiciário do Estado do Piauí (Sindsjus-PI) para reunião.

Durante o encontro, o desembargador Raimundo Eufrásio ouviu as reivindicações da categoria, que cobraram mais segurança durante o exercício da profissão. O ato de protesto faz parte de um movimento nacional nesta terça-feira(18), quando completam sete dias da morte de Francisco Ladislau, 25 anos, assassinado durante cumprimento de ordem judicial no Rio de Janeiro.

Após a reunião, o presidente do TJ-PI ressaltou a importância do encontro e disse que os servidores e oficiais saíram satisfeitos, tendo em vista o empenho da Presidência e da Corregedoria em atender as solicitações.

"A reunião fez parte de um apelo dos servidores e oficiais que solicitam mais segurança no cumprimento de suas funções. Eles querem prevenir que possa acontecer aqui o que houve no Rio de Janeiro, onde um oficial foi morto cumprindo uma determinação judicial. O resultado foi proveitoso e eles saíram confiantes na administração do tribunal", disse o desembargador.

Ficou acertada a realização de um curso de técnicas de abordagens para os oficiais. Também serão providenciados, por meio da Corregedoria de Justiça, coletes à prova de bala para que possam usar durante as diligências em locais mais perigosos.

 

Além do presidente Raimundo Eufrásio, o Corregedor Sebastião Ribeiro Martins, o presidente da Amapi, Leonardo Trigueiro, os juízes auxiliares Marcus Paulo e Melissa Pessoa, e os presidentes do Sindojus-PI, Maércio Maia e Sindsjus-PI, Carlos Eugênio, participaram da reunião.

IMPRIMIR
Comentarios

Nome:

Email:

Código*
cdigo captcha

Comentario: