Notícias

Outubro Rosa

 

A preservação de nossa saúde é fator determinante na qualidade de vida, pensando nisso e aproveitando a campanha do Outubro Rosa, nosso irmão OJ, Cleanto Leal Luz, Presidente do Conselho Fiscal do Sindojus e estudante do curso de Medicina, preparou um pequeno artigo para alertar a todos nós das prevenções e medidas que podemos tomar para evitar o câncer de mama, ressaltando que esse artigo é importante tanto para as mulheres quanto para os homens, pois é dever e demonstração de cuidado informar nossas queridas mulheres sobre esses temas, segue o artigo: 

OUTUBRO ROSA

PREVENÇÃO AO CÂNCER DE MAMA

O câncer de mama é o tipo de câncer mais comum entre as mulheres no mundo e no Brasil, respondendo por cerca de 28% dos casos novos a cada ano. É um tipo de câncer que pode ser tratado se houver diagnóstico precoce por meio do auto-exame e acompanhamento médico ocasionando altos índices de cura.

Para o Brasil, estimam-se que 66.280 casos novos de câncer de mama, para cada ano do triênio 2020-2022. Esse valor corresponde a um risco estimado de 61,61 casos novos a cada 100 mil mulheres.

 A incidência do câncer de mama tende a crescer progressivamente a partir dos 40 anos, assim como a mortalidade por essa neoplasia. Na população feminina abaixo de 40 anos, ocorrem menos de 10 óbitos a cada 100 mil mulheres, enquanto na faixa etária a partir de 60 anos o risco é 10 vezes maior.

FATOR DE RISCO

No Brasil, ocorreram, em 2017, 16.724 óbitos por câncer de mama feminina, o equivalente a um risco de 16,16 por 100 mil (INSTITUTO NACIONAL DE CÂNCER JOSÉ ALENCAR GOMES DA SILVA, c2014).

Não existe somente um fator de risco para câncer de mama, no entanto a idade acima dos 50 anos é considerado o mais importante (INSTITUTO NACIONAL DE CÂNCER JOSÉ ALENCAR GOMES DA SILVA, 2019).

Outros fatores que contribuem para o aumento do risco de desenvolver a doença:

- Fatores genéticos/hereditários – Estão relacionados à presença de mutações em determinados genes transmitidos na família, especialmente BRCA1 e BRCA2.

- Fatores hereditários (câncer de ovário na família) (BRAY et al. 2018; FERLAY et al., 2018),

- Menopausa tardia (fatores da história reprodutiva e hormonal)

- Obesidade

- Sedentarismo

- Exposições frequentes a radiações ionizantes (fatores ambientais e comportamentais)

 (INSTITUTO NACIONAL DE CÂNCER JOSÉ ALENCAR GOMES DA SILVA, 2019).

 

PREVENÇÃO

De modo geral, a prevenção baseia-se no controle dos fatores de risco e no estímulo aos fatores protetores, especificamente aqueles considerados modificáveis.

Estima-se que por meio da alimentação, nutrição e atividade física é possível reduzir em até 28% o risco de a mulher desenvolver câncer de mama. Controlar o peso corporal e evitar a obesidade, por meio da alimentação saudável e da prática regular de exercícios físicos, e evitar o consumo de bebidas alcoólicas são recomendações básicas para prevenir o câncer de mama.

SINTOMAS

O câncer de mama pode ser percebido em fases iniciais, na maioria dos casos, por meio do auto-exame e avaliação dos seguintes sinais e sintomas:

– Nódulo (caroço), fixo e geralmente indolor: é a principal manifestação da doença, estando presente em cerca de 90% dos casos quando o câncer é percebido pela própria mulher.
-Pele da mama avermelhada, retraída ou parecida com casca de laranja.
– Alterações no bico do peito (mamilo).
– Pequenos nódulos nas axilas ou no pescoço.
– Saída de líquido anormal das mamas.

A mulher deve adotar uma postura de amor e observação em relação ao seu corpo, em especial às mamas, que deve acompanhar e ir ao médico ao sinal de alteração consideradas suspeitas de câncer de mama, é fundamental para a detecção precoce dessa doença.

TRATAMENTO

O tratamento do câncer pode ser feito através de cirurgia, quimioterapia, radioterapia  que deve ser decidido pelo médico em conjunto com o paciente.

 

CARTILHA DE DIREITOS SOCIAIS DA PESSOA COM CÂNCER 

Segue o link da cartilha disponibilizada pelo site do INCA: 

https://www.inca.gov.br/sites/ufu.sti.inca.local/files//media/document/impressao_direitos_sociais_da_pessoa_com_cancer_final-2_0.pdf 

REFERÊNCIAS

CONTROLE DE CANCER DE MAMA.Disponível em: Acessado em 18 de out.2020.

ESTIMATIVA DE CANCER DE MAMA EM 2020. Disponível em:<https://www.inca.gov.br/sites/ufu.sti.inca.local/files//media/document//estimativa-2020-incidencia-de-cancer-no-brasil.pdf> Acesso em 18 de out. 2020.

https://www.inca.gov.br/

IMPRIMIR
Comentarios

Nome:

Email:

Código*
cdigo captcha

Comentario: